PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Consórcio de Veículos de Imprensa recebe prêmio Mídia do Ano, da Aberje

Prêmio Aberje é concedido ao Consórcio de Veículos de Imprensa - Reprodução
Prêmio Aberje é concedido ao Consórcio de Veículos de Imprensa Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

03/12/2021 11h33

O Consórcio de Veículos de Imprensa é um dos vencedores do prêmio Mídia do Ano, na Categoria Mídia Especializada, oferecido pela Aberje (Associação Brasileira de Comunicação Empresarial) em sua 47ª edição. Fazem parte do consórcio o UOL, Folha de S.Paulo, O Estado de S. Paulo, O Globo, Extra e G1.

Os seis veículos de imprensa se associaram para coletar diretamente com as secretarias estaduais de Saúde de todo o Brasil os dados sobre a pandemia de covid-19 depois que o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) ameaçou não divulgar informações sobre infectados e mortos.

"Em uma parceria inédita entre os veículos de comunicação", diz a Aberje, "o consórcio deixou a concorrência de lado em prol da colaboração em tempos difíceis, trazendo diariamente informações precisas sobre a real situação da pandemia da covid-19 no país."

"Ao deixarem a concorrência de lado em detrimento da colaboração em tempos difíceis, o consórcio formado por estes veículos de imprensa informa e impacta, diariamente, desde a saúde do cidadão comum até a retomada, cautelosa, dos negócios", afirma.

Pelo poder de mobilização de dezenas de jornalistas profissionais, em um momento em que o acesso à informação de qualidade à população foi dificultado, pela intensa dedicação em entregar dados e por compor esforços de comunicação em prol da vacinação, o Prêmio de Mídia do Ano, na Categoria Mídia Especializada, é concedido ao Consórcio de Veículos de Imprensa."
Aberje (Associação Brasileira de Comunicação Empresarial)

Outros prêmios

O consórcio vem sendo reconhecido em diversas premiações este ano. Na última quarta-feira (1º), ele dividiu com o Projeto Comprova —de checagem de fatos— o Prêmio ANJ de Liberdade de Imprensa de 2021 promovido pela Associação Nacional de Jornais.

"[O consórcio] é uma parceria que nasceu em um momento em que nos vimos diante da ameaça do governo federal de restringir o acesso aos números diários da pandemia. E não custa lembrar que sonegar informações à imprensa é omitir informação à sociedade", afirmou a jornalista Flávia Faria, da Folha de S.Paulo, que representou o consórcio no evento.

Em 9 de setembro, o prêmio foi concedido pelo Hospital Albert Einstein, que entregou o Prêmio Einstein +Admirados da Imprensa de Saúde e Bem-Estar.

"Foi graças a esse consórcio que a sociedade brasileira pôde acompanhar e continua acompanhando a evolução da crise sanitária", diz a premiação.

"Desde fevereiro de 2020, com início da pandemia de Covid, mais uma vez os jornalistas provaram ser verdadeiros companheiros de batalha na missão de promover saúde em todos os aspectos, com informações confiáveis e um lastro na ciência", destacou Sidney Klajner, presidente da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein.

Em 25 de agosto, o consórcio venceu uma das categorias do Prêmio Faz Diferença, promovido pelo jornal O Globo.

"Uma iniciativa muito importante, inédita de veículos que concorrem todos os dias, se unindo, para, em um momento em que o governo ameaçou manipular os dados da covid, a gente se uniu para trazer dados confiáveis para a sociedade", afirmou no evento Murilo Garavello, diretor de conteúdo do UOL.

O consórcio

Quando o consórcio foi criado, em 2020, os seis veículos que o compõe passaram a trabalhar em parceria para buscar diretamente nas secretarias estaduais de saúde das 27 unidades da federação as informações sobre covid-19 que o governo Bolsonaro havia decidido restringir.

O governo federal, por meio do Ministério da Saúde, deveria ser a fonte natural dessas informações, como casos e mortes pela doença, mas atitudes de autoridades e do próprio presidente durante a crise sanitária colocam em dúvida a disponibilidade dos dados e sua precisão.

PUBLICIDADE