PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Viagens de negócios crescem em novembro, mas ainda estão 64% abaixo de 2019

Vendas do turismo de negócios ainda estão 64% abaixo do registrado entre janeiro e novembro de 2019 - iStockphotos
Vendas do turismo de negócios ainda estão 64% abaixo do registrado entre janeiro e novembro de 2019 Imagem: iStockphotos

João José Oliveira

Do UOL, em São Paulo

23/12/2021 04h00

Resumo da notícia

  • Viagens nacionais alimentam retomada das viagens de negócios
  • Mercado internacional ainda travado impede retomada maior do setor
  • Veja dados apurados pela Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas (Abracorp)

As viagens de negócios apresentaram em novembro crescimento de 23% sobre os números de outubro e atingiram R$ 672,3 milhões, segundo dados da Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas (Abracorp), que reúne 22 atividades desse mercado.

No total do ano, o setor acumula faturamento entre janeiro e novembro de R$ 3,840 bilhões, aumento de 10,7% sobre o mesmo período de 2020. Apesar da alta, as vendas ainda estão 64% abaixo do acumulado entre janeiro e novembro de 2019, período anterior à pandemia.

O fraco desempenho das viagens internacionais no momento é o principal obstáculo à retomada mais firme desses negócios. O principal do faturamento tem vindo de viagens nacionais.

O faturamento de novembro confirma a nossa previsão feita ainda no final do primeiro semestre deste ano, de que gradativamente iríamos retomar as viagens corporativas.
Gervásio Tanabe, presidente executivo da Abracorp

  • Jan/nov 2019: R$ 10,659 bilhões
  • Jan/nov 2020: R$ 3,470 bilhões
  • Jan/nov 2021: R$ 3,840 bilhões

Segundo a entidade, as viagens domésticas tiveram aumento de 104% em relação a novembro de 2020 mas ainda queda de 41% ante mesmo mês de 2019.

A locação de veículos no país apresentou alta de 80% em novembro sobre o mesmo mês de 2020 e de 7% em comparação a novembro de 19.

As viagens internacionais continuam prejudicadas por causa da incerteza em relação a novas cepas da covid-19, como a ômicron, disse o executivo da Abracorp.

"A instabilidade provocada pelo fechamento de fronteiras e novas restrições de entrada interferem na recuperação do mercado internacional", afirmou Tanabe.

O segmento de viagens internacionais teve forte crescimento de 195% em novembro ante o mesmo mês de 2020, mas esse avanço se deu sobre uma base muito baixa, destaca o executivo da Abarcorp, porque o turismo corporativo internacional teve parada praticamente total.

Se comparado a novembro de 2019, as vendas para esse segmento em novembro deste ano ainda representam queda de 54% em comparação a novembro de 2019.

PUBLICIDADE