PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Quais são as 5 principais moedas mais desvalorizadas em relação ao dólar?

Quais são as 5 moedas mais desvalorizadas do mundo em relação ao dólar? Conheça - Dado Ruvic/Reuters
Quais são as 5 moedas mais desvalorizadas do mundo em relação ao dólar? Conheça Imagem: Dado Ruvic/Reuters

Gabriel Dias

Colaboração para o UOL

29/03/2022 04h00Atualizada em 29/03/2022 14h30

Mesmo com a guerra e a crise econômica, o dólar operou em queda na última semana. Na segunda-feira (25), a moeda norte-americana estava na casa de R$ 4,79 na venda.

O dólar norte-americano é utilizado como referência para as operações em todo o mundo e a importância dessa moeda se dá por várias razões. Primeiro, porque os Estados Unidos são uma nação de devedores confiáveis e possuem uma economia forte. Além disso, o dólar é uma moeda estável, que não costuma ter quedas acentuadas e inesperadas.

Mas você sabe quais são as moedas mais desvalorizadas em relação ao dólar?

Um levantamento feito pela Economatica, que compara moedas de 25 países, mostra que a lira turca é a moeda mais desvalorizada, seguida das moedas de Argentina e Chile (peso). Já o real brasileiro ocupa a 12ª posição da lista.

Vale dizer que a baixa cotação da moeda em relação ao dólar não quer dizer, necessariamente, que ela é desvalorizada, porque o poder de compra pode compensar.

Lira Turca

Notas de lira turca - Murad Sezer/Reuters - Murad Sezer/Reuters
Notas da lira turca
Imagem: Murad Sezer/Reuters

A Turquia viu sua moeda despencar em 2021, com o dólar subindo mais de 37% sobre a lira. Atualmente, uma lira está valendo apenas 0,067 dólar americano.

A interferência do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, sobre a política monetária do país é apontada como um dos principais motivos para a crise cambial. A ordem ao banco central turco é de cortar os juros, priorizando o crédito e as exportações, deixando de lado a estabilidade da moeda.

Essa desvalorização da moeda tem feito a população turca sentir no bolso, com a inflação do país atingindo seus níveis mais altos.

Peso argentino

Imagem ilustrativa com notas de peso argentino e dólar - Enrique Marcarian - Enrique Marcarian
Em relação ao dólar, o peso argentino foi a segunda moeda mais desvalorizada do mundo em 2021
Imagem: Enrique Marcarian

O peso argentino foi a segunda moeda mais desvalorizada do mundo em 2021, com disparada de mais de 20% do dólar. Hoje um peso argentino está valendo apenas 0,0090 dólar americano.

A crise cambial na Argentina é resultado de uma dívida de US$ 45 bilhões contraída junto ao Fundo Monetário Internacional (FMI) na gestão do ex-presidente Mauricio Macri. A dívida é, inclusive, superior a todo o volume que a Argentina tem em reservas cambiais, de US$ 39,2 bilhões.

Peso chileno

Peso chileno - Reprodução - Reprodução
No final de 2021, com a eleição do novo presidente Gabriel Boric, o peso chileno sofreu sua maior desvalorização desde 2008
Imagem: Reprodução

Ano após ano, o peso chileno tem sofrido uma constante desvalorização. No final de 2021, com a eleição do novo presidente Gabriel Boric, a moeda sofreu sua maior desvalorização desde 2008. Hoje, 1 peso chileno equivale a 0,0013 dólar americano.

Apesar disso, a moeda entrou em 2022 sendo fortalecida. O peso acumula alta de quase 43% frente ao real desde o início do ano passado. Só neste ano, o aumento é de 4,6%.

Peso colombiano

Peso colombiano - Reprodução - Reprodução
Atualmente, 1 peso colombiano é igual a apenas 0,00026 dólar americano
Imagem: Reprodução

As incertezas políticas e econômicas na Colômbia, com uma violenta rejeição popular a um pacote de reforma tributária e a perda do grau de investimento, fizeram com que o peso colombiano fosse uma das moedas mais desvalorizadas do mundo em 2021.

Atualmente, um peso colombiano é igual a 0,00026 dólar americano.

Iene Japonês

Iene, yen, moeda, Japão, japonesa, dinheiro - iStock - iStock
Atualmente, 1 iene japonês é igual a 0,0081 dólar americano
Imagem: iStock

As consequências da guerra na Ucrânia e as expectativas de aumento das taxas pelo Federal Reserve (Fed, o Banco Central americano), devido à inflação, têm mexido com os mercados asiáticos.

Isso causou uma maior desvalorização do iene japonês perto de seu menor patamar, fato que não acontece desde 1972.

Atualmente, um iene japonês é igual a 0,0081 dólar americano.

Apesar de o Banco do Japão, autoridade monetária do país, argumentar que o iene fraco beneficia a economia do país, o poder de compra das famílias japonesas está caindo e isso pode deixar os bens importados mais caros para os consumidores no país.

Real brasileiro

Dinheiro, real, notas, reais - Getty Images - Getty Images
O dólar está em queda em relação ao real; moeda brasileira está em 12º da lista
Imagem: Getty Images

O dólar vive um momento de forte volatilidade, em meio a um cenário de preocupações fiscais e políticas. Em 2021, a moeda norte-americana chegou a valer R$ 5,79 (máxima nominal), mas também bateu R$ 4,90.

Hoje, 1 real vale 0,21 dólar americano.

Segundo levantamento da Economatica, o Brasil é o país onde, até o momento, o dólar mais perdeu valor em 2022. Desde o início do ano, as perdas acumulam 6,63% em relação à moeda brasileira.

O Brasil começou o ano com inflação elevada e renda das pessoas em forte queda. Especialistas atribuem isso ao mercado de ações e aos juros. Existe um movimento de investidores estrangeiros tirando dinheiro de ações de tecnologia, que sofrem com o cenário de juros em alta nos Estados Unidos, e aplicando em commodities, setor no qual o Brasil se destaca.

Além disso, o Brasil está com o maior juro real do mundo, o que atrai recursos estrangeiros.