PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Lula sobre Bolsonaro querer privatizações: 'Única coisa que fala é vender'

O ex-presidente Lula criticou Bolsonaro pro defesa da venda de estatais - Ricardo Stuckert
O ex-presidente Lula criticou Bolsonaro pro defesa da venda de estatais Imagem: Ricardo Stuckert

Do UOL, em São Paulo

29/04/2022 10h32

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), pré-candidato à Presidência, criticou hoje o presidente Jair Bolsonaro (PL) em entrevista à Rádio Jornal, do Pernambuco, e disse que "a única coisa que ele [Bolsonaro] fala é vender". A declaração do petista ataca falas do atual chefe do Executivo federal, que, desde o início do mandato, defende uma extensa agenda de privatizações de empresas estatais, seguindo a vontade do ministro Paulo Guedes (Economia).

"A única coisa que ele fala é vender. Vender a Petrobras, Eletrobras, o gasoduto, o Banco do Brasil, o BNDES", afirmou Lula.

A pretensão de privatizar ou extinguir uma série de empresas estatais começou a ser discutida por Bolsonaro quando ele ainda era candidato a presidente. À época, durante uma live em outubro de 2018, ele informou a intenção de privatizar, no mínimo, 50 estatais. A promessa era que isso fosse feito em seu primeiro ano de mandato.

Mais recentemente, Bolsonaro tem mencionado a privatização da Petrobras. Paulo Guedes, porém, já chegou a dizer que esta possibilidade "não está na mesa". Em maio de 2020, Bolsonaro também comentou a possibilidade de venda do Banco do Brasil, mas disse que "isso aí só se discute, só se fala em 23". O presidente busca ser reconduzido ao Palácio do Planalto.

Ao elevar ainda mais o tom das críticas hoje, o presidenciável do PT disse que, caso vença as eleições, vai dar mais crédito para pequenas e médias empresas brasileiras.

"Nós vamos incentivar o empreendedorismo nesse país. Quem quiser fazer alguma coisa por conta própria, vai poder ir a um banco público tomar dinheiro para começar o seu negócio. Esse país não pode continuar sendo capitalista sem capital, sem crédito", disse o petista.