PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Guedes: Prevemos privatização da Petrobras e do Banco do Brasil em dez anos

Guedes também falou na necessidade de uma nova reforma da Previdência Social - Mateus Bonomi/AGIF - Agência de Fotografia/Estadão Conteúdo
Guedes também falou na necessidade de uma nova reforma da Previdência Social Imagem: Mateus Bonomi/AGIF - Agência de Fotografia/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo *

27/09/2021 13h33Atualizada em 27/09/2021 18h36

O ministro da Economia, Paulo Guedes, indicou hoje que o plano do governo para um horizonte de dez anos contempla privatizar as estatais de maneira irrestrita, incluindo a Petrobras e o Banco do Brasil.

Ao participar de evento promovido pela ICC-Brasil (International Chamber of Commerce - Brasil), ele afirmou que esse é um dos vetores "muito claros" para o futuro, assim como alterações no regime de Previdência.

"Se você pergunta: o que você gostaria de fazer nos próximos 10 anos? Mudar o regime previdenciário para capitalização. O Brasil vai crescer 5% ao ano, em vez de crescer 2%, 3%", disse ele, pontuando que a reforma já feita pelo governo Jair Bolsonaro (sem partido) foi razoável, mas não transformadora.

"Qual o plano para os próximos dez anos? Continuar com as privatizações. Petrobras, Banco do Brasil, todo mundo entrando na fila, sendo vendido e isso sendo transformado em dividendos sociais", acrescentou.

O ministro também voltou a rebater as críticas às privatizações do atual governo por parte de pessoas que fizeram parte do governo do tucano Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

Guedes disse que as privatizações tucanas foram feitas no limite da irresponsabilidade e que por isso foram chamadas de "privatarias". "Mas não estou aqui para criticar", afirmou.

"Não gostaria que tomassem isso como ofensa. Precisamos ter mais respeito uns pelos outros. Eu tenho tentado praticar isso", ponderou o ministro da Economia.

* Com informações da Reuters e da Estadão Conteúdo, em Brasília e em São Paulo

PUBLICIDADE