PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Guedes pede para não dar depoimento à PF em inquérito sobre Renan Calheiros

BRASILIA, DF, 18-11-2021 - Paulo Guedes, ministro da Economia - Edu Andrade/Divulgação
BRASILIA, DF, 18-11-2021 - Paulo Guedes, ministro da Economia Imagem: Edu Andrade/Divulgação

Do UOL, em São Paulo

12/05/2022 18h35Atualizada em 12/05/2022 19h22

O ministro da Economia Paulo Guedes foi ao STF (Supremo Tribunal Federal) para pedir que não seja obrigado a prestar depoimento à PF (Polícia Federal) sobre inquérito que investiga o senador Renan Calheiros (MDB-AL) sobre supostas fraudes no Postalis, fundo de pensão dos Correios.

De acordo com a defesa de Paulo Guedes, o ministro recebeu o ofício de convocação em abril, como declarante e não investigado, mas não tem qualquer relação com os fatos investigados.

O inquérito que envolve Renan Calheiros tramita no STF e investiga se as supostas fraudes teriam ocorrido entre 2010 e 2016, período de governo Lula (PT) e Dilma (PT).

De acordo com a defesa do ministro, a oitiva teria que acontecer no último dia 5, mas foi adiada para 1º de junho após Paulo Guedes testar positivo para a covid-19.

"Não há como se determinar que o peticionário preste um depoimento presencial perante a Polícia Federal às cegas, sem que lhe seja esclarecido sequer o motivo pelo qual a sua intimação foi requerida", pede a defesa de Guedes.