PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

China suspende importações de carne de quatro frigoríficos brasileiros

Os frigoríficos suspensos fazem parte das empresas JBS e Marfrig - REUTERS/Paulo Whitaker
Os frigoríficos suspensos fazem parte das empresas JBS e Marfrig Imagem: REUTERS/Paulo Whitaker

Pedro Paulo Furlan

Do UOL, em São Paulo

24/05/2022 15h58

O governo chinês anunciou que suspendeu hoje, temporariamente, a importação de carne bovina proveniente de quatro frigoríficos brasileiros. As unidades barradas fazem parte das empresas Marfrig e JBS e ficam nos estados de São Paulo, Goiás e Mato Grosso.

A Administração Geral de Alfândegas da China (GACC, sua sigla na língua inglesa) não informou os motivos que levaram a essa decisão. Em nota, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) confirma que recebeu, nesta terça-feira (24), a notificação pelas autoridades chinesas sobre as suspensões. A pasta informa ainda que tem mantido reuniões técnicas com as autoridades chinesas sobre o tema.

Em abril, o país já havia suspendido a compra de carnes da JBS, Marfrig e Naturafrig por uma semana, afirmando que havia ácido nucleico do coronavírus na embalagem externa dos lotes de produtos congelados dessas empresas.

Da Marfrig, as unidades suspensas são a do município de Promissão (SP), por quatro semanas, e a de Várzea Grande (MT), por uma. Ambas já contavam na lista de suspensão de abril. As da JBS ficam em Senador Canedo (GO) e Lins (SP), e ficarão bloqueadas por uma semana.

Em e-mail ao UOL, a Marfrig afirmou que não irá comentar o caso. A reportagem também entrou em contato com a JBS. A matéria será atualizada em caso de manifestação.