PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Mourão diz que troca na Petrobras foi decisão de Bolsonaro: 'Segue o baile'

Vice-presidente general Hamilton Mourão - Alan Santos/PR
Vice-presidente general Hamilton Mourão Imagem: Alan Santos/PR

Do UOL, em Brasília

24/05/2022 11h44Atualizada em 24/05/2022 16h57

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) disse, em entrevista à imprensa hoje, que a troca do comando da Petrobras foi uma decisão do presidente Jair Bolsonaro (PL). "Segue o baile", afirmou.

"Isso aí é decisão tomada pelo presidente. Ele é quem sabe as pressões que ele está sofrendo. Então, segue o baile. Vamos aguardar o que o Caio pode fazer".

Mourão se refere a Caio Mario Paes de Andrade, atual secretário especial Desburocratização, Gestão e Governo Digital, ligado ao Ministério da Economia de Paulo Guedes.

"O Caio tem competência. Vai pegar uma situação que não é fácil", acrescentou o vice-presidente.

Reportagem da agência de notícias Reuters mostra que Bolsonaro demitiu Mauro Ferreira Coelho após 40 dias à frente da estatal após a Petrobras se recusar a vender combustíveis com desconto aos consumidores. A Petrobras disse que a empresa e outros importadores terão dificuldades para garantir o diesel em meio à escassez mais grave do combustível em 14 anos.

Mourão falou em adotar "certa previsibilidade" em relação à aplicação de reajustes nos preços dos combustíveis. "Em uma análise, vamos dizer, prospectiva do momento, aquelas flutuações que têm ocorrido semanalmente, você aguardar para ver qual é a diferença do vento mesmo. Eu acho que é isso que eles querem fazer."