PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Auxílio Brasil de R$ 600 nasce valendo menos que emergencial de R$ 600

Congresso aprovou Auxílio Brasil de R$ 600 - KEVIN DAVID/ESTADÃO CONTEÚDO
Congresso aprovou Auxílio Brasil de R$ 600 Imagem: KEVIN DAVID/ESTADÃO CONTEÚDO

Giuliana Saringer

Do UOL, em São Paulo

14/07/2022 16h24

O Auxílio Brasil de R$ 600, aprovado pelo Congresso nesta quarta-feira (13), já nasce valendo menos do que o auxílio emergencial de R$ 600, pago em cinco parcelas entre abril e agosto de 2020, por causa da pandemia.

Com a inflação, o brasileiro perdeu poder de compra em dois anos. O IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), índice oficial de inflação do país medido pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), teve alta de 20,7% de abril de 2020 até junho deste ano.

Ao corrigir os R$ 600 com a inflação do período, o cálculo mostra que seriam necessários R$ 725 para comprar as mesmas coisas que eram compradas com os R$ 600 há dois anos. Na prática, o brasileiro perdeu R$ 125 de poder de compra.

Os cálculos são do economista e planejador financeiro pela Planejar (Associação Brasileira de Planejamento Financeiro), Bruno Mori.

Qual a inflação atual? De janeiro a junho deste ano, a inflação teve alta de 5,49% e, nos últimos 12 meses, de 11,89%, segundo os últimos dados divulgados pelo IBGE.

O Auxílio Brasil de R$ 600 já está sendo pago? Ainda não. O benefício foi aprovado pela Câmara dos Deputados na noite de quarta-feira (13) e, de acordo com o ministro da Cidadania, Ronaldo Bento, o pagamento deve começar em agosto.

O aumento do Auxílio de R$ 400 para R$ 600 era um dos itens da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) nº 15, conhecida como PEC dos Auxílios. O Auxílio Brasil é o substituto do Bolsa Família.

Até quando o pagamento vai valer? O benefício de R$ 600 será pago até dezembro deste ano. Em 2023, deve voltar ao valor de R$ 400.