IPCA
0,46 Jun.2024
Topo

Aposentado consegue revisão do INSS, e valor sobe de R$ 2.000 para R$ 5.000

Mario Cezar de Azevedo tem 73 anos - Acervo pessoal
Mario Cezar de Azevedo tem 73 anos Imagem: Acervo pessoal

Do UOL, em São Paulo

13/12/2022 04h00

O aposentado Mario Cezar de Azevedo, 73, foi um dos beneficiados pela revisão da vida toda da aposentadoria e mais do que dobrou seu benefício. Ele recebia cerca de R$ 2.000 de aposentadoria e passou a ganhar quase R$ 5.000.

Veja a seguir o que ele fez para conseguir e se você também pode.

COMO ELE CONSEGUIU MAIS QUE DOBRAR APOSENTADORIA

  • A revisão aprovada pelo STF (Supremo Tribunal Federal) permite usar todos os salários para calcular a aposentadoria, e não apenas os salários após julho de 1994.
  • Azevedo conseguiu aumentar sua aposentadoria antes mesmo dessa decisão do STF porque ele entrou na Justiça em 2018. Antes de se aposentar, ele trabalhou com entrega e retirada de equipamentos de construção civil
  • Ele venceu a causa em outubro de 2020 e já recebe a nova aposentadoria. Mas ainda vai ganhar os atrasados. Isso está previsto para 2024, mas o INSS ainda não fez os cálculos de quanto será o total.
  • O advogado previdenciário e sócio do escritório Aith, Badari e Luchin Advogados João Badari, responsável pelo caso de Azevedo, afirma que é comum os atrasados demorarem mais a serem pagos.

O QUE MUDOU NA VIDA DO APOSENTADO

É uma diferença boa. Graças a Deus dá para viver com dignidade. Agora posso pagar plano de saúde para mim e para minha mulher, pagar os remédios.
Mario Cezar de Azevedo, aposentado que mais que duplicou seu benefício

  • Azevedo tinha o plano de saúde da empresa em que trabalhava, mas depois que saiu os filhos pagavam seu plano e o da esposa.
  • Hoje ele tem condição de pagar ambos os planos (total de R$ 1.800 por mês).
  • Com remédios, o aposentado gasta de R$ 300 a R$ 600 por mês.

A revisão foi uma boa ajuda. Coloca qualquer aposentado a viver com dignidade. Não tem que comprar remédio parcelado, e aí o remédio acaba antes das parcelas.
Mario Cezar de Azevedo, aposentado

ESTE APOSENTADO CONSEGUIU REVISÃO, MAS AINDA NÃO RECEBE

Carlos Robba, aposentado - Acervo pessoal - Acervo pessoal
Carlos Robba recebe R$ 1.400 de aposentadoria
Imagem: Acervo pessoal

O aposentado Carlos Robba, 71, entrou com um pedido de revisão de aposentadoria na Justiça em 2020, ganhou o processo no início deste ano, mas ainda não está recebendo a nova aposentadoria e nem sabe o valor exato.

  • Hoje ganha R$ 1.400, e a previsão é de que passe a R$ 4.600. Antes de se aposentar, era autônomo em uma transportadora e ganhava de R$ 3.000 a R$ 4.000 por mês.
  • Está demorando para receber porque algumas contribuições não constavam no Cnis (Cadastro Nacional de Informações Sociais).
  • Foi preciso uma revisão para o INSS calcular a nova aposentadoria e os atrasados, diz a advogada do aposentado, Renata Severo, especialista em direito previdenciário, do escritório Vilhena Silva Advogados.

Eu vivo com a renda da minha mulher e de alguns extras que eu faço. Se eu for depender só da aposentadoria, não tem condições.
Carlos Robba, aposentado

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE A REVISÃO DA APOSENTADORIA

  • A revisão pode ser pedida por aposentados que começaram a receber seus benefícios entre 29 de novembro de 1999 e 12 de novembro de 2019, um dia antes da Reforma da Previdência. Quem se aposentou com direito adquirido nas regras anteriores pode também ter direito à revisão
  • Mesmo assim, é preciso pedir a revisão em até dez anos, contados a partir do mês seguinte ao pagamento da primeira aposentadoria
  • Se um aposentado começou a receber o benefício em novembro de 2012, por exemplo, ele pode fazer o pedido de revisão na Justiça até dezembro de 2022.