IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Após ser reeleito, Lira fala em priorizar a reforma tributária

1.02.2023 - Arthur Lira durante cerimônica de posse dos deputados eleitos - Pablo Valadares/Câmara dos Deputados
1.02.2023 - Arthur Lira durante cerimônica de posse dos deputados eleitos Imagem: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Colaboração para o UOL, em São Paulo

01/02/2023 21h10

Arthur Lira (PP-AL) foi reeleito presidente da Câmara dos Deputados com a maior votação da história da Casa e prometeu priorizar a reforma tributária em seu novo mandato com a nova composição do Congresso.

Em entrevista à GloboNews, Lira afirmou que uma discussão sobre a reforma tributária terá prioridade ante uma discussão sobre uma âncora fiscal, uma vez que a aprovação da PEC da Transição colocou um prazo de seis meses para que um projeto de âncora fiscal seja debatido.

Nós vamos trabalhar muito para entregar um modelo novo, mais atual e menos burocrático para o país. Arthur Lira

Novo Congresso. Lira disse que é necessário que os novos parlamentares se aprofundem no tema da reforma tributária e conheçam o tema para que, diante das propostas já existentes, seja possível "pinçar várias delas para trazer um modelo mais atual e que consiga dialogar com todas as categorias, estados e municípios".

Base do governo. O presidente reeleito da Câmara também afirmou que o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) precisa se articular com sua base para que seja possível fazer a votação de uma PEC de reforma tributária, com todas as suas particularidades.

Âncora fiscal. Outro tema econômico que será discutido no Congresso é uma nova âncora fiscal, Lira, porém, afirmou que ficará para um segundo momento. "Pela PEC da Transição a âncora fiscal tem um prazo de seis meses e a reforma tributária não, então vamos começar pela discussão da reforma tributária".

  • Com 464 votos, Lira obteve a maior votação da história da Câmara;
  • Chico Alencar (PSOL-RJ) obteve 21 votos;
  • Marcel Van Hattem (Novo-RS) foi votado por outros 19 parlamentares.