IPCA
0,42 Mar.2024
Topo

Petrobras anuncia nova política de preços e fim da paridade internacional

Do UOL, em São Paulo

16/05/2023 08h05Atualizada em 16/05/2023 11h30

A Petrobras anunciou nesta terça-feira (16) o fim da paridade de preços da gasolina e do diesel com o mercado internacional.

Os reajustes continuarão sendo feitos sem periodicidade definida, evitando o repasse para os preços internos da volatilidade conjuntural das cotações internacionais e da taxa de câmbio.
Comunicado da Petrobras

O que aconteceu?

A Petrobras diz que agora terá mais flexibilidade para praticar preços competitivos. A estratégia comercial tem como premissa preços competitivos, em equilíbrio com os mercados nacional e internacional, levando em consideração a melhor alternativa aos clientes, disse a companhia.

O fim da paridade internacional de preços foi promessa de campanha de Lula. Em março de 2022, o então candidato à presidência prometia "abrasileirar os preços dos combustíveis".

Desde o começo de seu terceiro mandato, o presidente Lula (PT) indicava que cumpriria a promessa. O fim da paridade de preços com o mercado internacional é uma forma de controlar o preço dos combustíveis no mercado brasileiro.

O anúncio encerra a subordinação obrigatória ao preço de paridade de importação, mantendo o alinhamento aos preços competitivos por polo de venda, tendo em vista a melhor alternativa acessível aos clientes
Petrobras, por meio de comunicado

Segundo a nota da Petrobras, a nova estratégia usa duas referências de mercado: o custo alternativo do cliente, como valor a ser priorizado; e o valor marginal para a Petrobras.

Na mesma nota, a empresa afirmou que a precificação competitiva garante os investimentos previstos em seu planejamento. A Petrobras disse ainda que vai manter o compromisso com a sustentabilidade financeira de longo prazo.