IPCA
0,46 Jul.2024
Topo

Petrobras afirma que recorrerá de veto do Ibama a poço na Foz do Amazonas

Arquivo - Sergio Moraes/Reuters
Imagem: Arquivo - Sergio Moraes/Reuters

Do UOL, em São Paulo

18/05/2023 16h12Atualizada em 18/05/2023 16h42

A Petrobras afirmou hoje que recorrerá do indeferimento do Ibama ao licenciamento ambiental de um poço de petróleo na Foz do rio Amazonas.

O que aconteceu:

"A Petrobras entende que atendeu rigorosamente todos os requisitos do processo de licenciamento" do Bloco FZA-M-59 em Amapá Águas Profundas, disse a petroleira em um fato relevante ao mercado

Caso o projeto não seja realizado, a companhia afirma que poderá ser alvo de multa contratual, já que "o desenvolvimento deste bloco é um compromisso assumido pela Petrobras perante a ANP [Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do Brasil]".

"Todos os recursos mobilizados no Amapá e no Pará para a realização da Avaliação Pré-Operacional foram feitos estritamente em atendimento" ao Ibama, informou a Petrobras. Segundo ela, a avaliação consiste em um simulado dos planos de resposta a emergências.

A Petrobras disse não ter sido notificada oficialmente da decisão do órgão ambiental até o momento, e que aguarda isso para formular um pedido de "reconsideração em âmbito administrativo".

Poço em análise está a cerca de "175 quilômetros da costa do Amapá e a mais de 500 quilômetros de distância da foz do rio Amazonas", afirmou a companhia.

A companhia segue comprometida com o desenvolvimento da Margem Equatorial brasileira, reconhecendo a importância de novas fronteiras para assegurar a segurança energética do país e os recursos necessários para a transição energética justa e sustentável".
Petrobras em fato relevante