IPCA
0,46 Jun.2024
Topo

Podcast

UOL Líderes

Entrevistas com presidentes, CEOs ou fundadores de grandes empresas nacionais e estrangeiras.


Avon: Zeramos as diferenças de salário entre homens e mulheres

Do UOL, em São Paulo

05/06/2023 14h40

Após uma pesquisa interna mostrar que havia disparidade salarial entre homens e mulheres na Avon, a empresa de cosméticos zerou essa diferença. É o que diz o presidente da Avon no Brasil, Daniel Silveira, em entrevista ao UOL Líderes. A disparidade também foi zerada nas outras empresas do grupo Natura&Co na América Latina.

O que ele disse

Pesquisa constatou que havia diferença salarial entre homens e mulheres. Silveira disse que a Natura&Co, que controla a Avon, fez uma pesquisa interna para saber se havia disparidade. Os dados mostraram que havia sim diferença, ainda que pequena, e que isso foi corrigido em todas as operações do grupo na América Latina. Segundo o executivo, 70% da liderança da Avon hoje é feminina. Agora, a empresa busca avançar em outras frentes para ampliar a diversidade. Em 2022, segundo a empresa, 59% das vagas foram preenchidas por negros.

Essência sintética evita ter de colher toneladas de rosas. Ao falar sobre a composição de seus produtos, o executivo disse que a empresa busca ingredientes naturais, mas tem foco especial em gerar menos impacto ambiental. Usar uma essência sintética de rosas, por exemplo, evita ter de colher toneladas de rosas para conseguir aquela mesma fragrância. Ele também disse que não é porque um produto é natural que ele é necessariamente seguro. Segundo Silveira, esse deve ser um ponto de atenção para as consumidoras.

Chumbo no batom. Sobre a presença de metais como o chumbo na composição dos itens de maquiagem da Avon, ele disse que a empresa investe para garantir a segurança dos produtos e monitora pesquisas sobre o tema. Diz ainda que a Avon vem refazendo suas fórmulas para tirar alguns ingredientes, mas que não há risco para as consumidoras na composição atual dos produtos.

Avanço na reciclagem de embalagens precisa de políticas públicas. O presidente da Avon Brasil disse que a empresa tem avançado em reduzir a quantidade de plástico nas embalagens, mas que ainda está "devendo" no tema, especialmente na reciclagem. Segundo o executivo, a coleta do produto após o consumo é o maior desafio hoje, e avanços nessa frente dependem de políticas públicas, dentre elas a criação de incentivos fiscais e a formalização dos coletores de material reciclável.

Governo Lula tem foco em temas sociais importantes para a Avon. Questionado sobre sua avaliação do governo, Silveira disse que vê como positivo o maior foco aos temas sociais, como equidade racial, de gênero e LGBTQIA+. Mas que ainda há grandes desafios na área econômica. Disse também que os juros no Brasil são muito altos e têm que baixar, mas é difícil dizer quando isso deve ocorrer.

Centro de inovação global da Avon será transferido para o Brasil. O novo centro, que será integrado ao centro de desenvolvimento da Natura, em Cajamar (SP), está previsto para o segundo semestre. A expectativa é que sejam criadas 80 vagas de emprego no centro, sendo que uma parte delas será destinada a pessoas negras e pardas, LGBTQIA+ e PcD.

Você pode ver destaques da entrevista no vídeo acima ou ouvir a íntegra da conversa na versão de podcast, em plataformas como Spotify, Apple Podcasts e Google Podcasts, entre outras.