Carla: Lula contrariar Haddad incomodou mercado mais do que meta fiscal

O fato de o presidente Lula contrariar o que vem dizendo o Ministro da Fazenda, Fernando Haddad, incomodou mais o mercado do que a declaração dele sobre a meta fiscal, avaliou a colunista do UOL Carla Araújo durante o UOL News desta sexta-feira (27).

Lula afirmou mais cedo que a meta fiscal "dificilmente será zero" em 2024, algo que vem sendo uma das principais lutas de Haddad.

O que mais pegou nessa fala do Lula não é em relação ao cumprimento ou não do déficit zero. O que mais pega nessa fala do presidente Lula e o que de fato incomoda os setores do mercado é ele ter contrariado o Ministro da Fazenda, Fernando Haddad, que, ao menos nas suas ações e suas falas, tem que continuar lutando pra cumprir essa promessa.

Carla Araújo lembrou que o próprio mercado não acredita em déficit zero e citou o boletim Focus, do Banco Central, que trouxe um déficit de 0,75 como previsão.

Essa declaração do Lula, aquele momento de sincericídio dele, coloca as expectativas alinhadas com o que o mercado já estava esperando. O que realmente chama atenção é esse choque do que vem dizendo Fernando Haddad, que trazia isso como objetivo, e o que o Lula traz agora, afirmando que tal objetivo não vai ser alcançado.

***

O UOL News vai ao ar de segunda a sexta-feira em duas edições: às 10h com apresentação de Fabíola Cidral e às 17h com Diego Sarza. O programa é sempre ao vivo.

Veja a íntegra do programa:

Continua após a publicidade

Quando: de segunda a sexta, às 10h e 17h.

Onde assistir: Ao vivo na home UOL, UOL no YouTube e Facebook do UOL.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes