Conteúdo publicado há 8 meses

Aéreas vão remarcar voos sem taxas após Taylor Swift adiar show no Rio

As companhias aéreas Gol e Azul informaram que será possível remarcar voos sem taxas após o adiamento do show de Taylor Swift previsto para ocorrer hoje no Rio de Janeiro.

O que aconteceu:

Questionada por um usuário nas redes sociais, a Gol disse que "os fãs serão isentos de taxas de remarcação". A companhia aérea orientou que os passageiros entrem em contato informando dados pessoais e código localizador da passagem. Outra opção dada pela Gol é a isenção da taxa de cancelamento, gerando um crédito com a aérea no mesmo valor da passagem.

Possibilidade de deixar o valor da passagem em crédito com a companhia, sem a necessidade de pagamento da taxa de cancelamento; e isenção da taxa de remarcação para remarcações em voos nos próximos 12 meses.
Gol

A Latam também não vai cobrar pela remarcação de voos previstos para sair do Rio no domingo e na segunda. A empresa disse que "se solidariza com os passageiros afetados".

Clientes com voos programados para sair do Rio de Janeiro entre 19 e 20 de novembro poderão realizar a remarcação gratuitamente entre 21 e 26 de novembro, de acordo com a disponibilidade de assentos.
Latam

Já na Azul, as regras são diferentes. Os passageiros afetados "estarão isentos da taxa de cancelamento da passagem". Feito o cancelamento, o valor pago na passagem original ficará disponível em créditos para compra de novas passagens, segundo a companhia.

Após o cancelamento, os clientes impactados deverão efetuar novamente a compra para a nova data, mediante disponibilidade.
Azul

O show de Taylor Swift foi remarcado para a próxima segunda (20). Os ingressos para este sábado continuarão válidos para a nova data.

Quando o adiamento foi anunciado, fãs da cantora já aguardavam no local do show, o estádio Engenhão. Houve choro e vaias.

Continua após a publicidade

Taylor também adiou um dos shows realizados na Argentina em 10 de novembro. Na ocasião, o motivo do adiamento foi a chuva. Na ocasião, companhias aéreas que operam no país também flexibilizaram condições para fãs afetados.

Calor forte e morte de fã

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, listou fatores que motivaram o adiamento do show de Taylor Swift desta noite no Engenhão.

O primeiro seria devido à situação da cantora, que não estava se sentindo bem após a confirmação da morte de sua fã, Ana Clara Benevides, 23, em seu show de sexta-feira.

O segundo, seria o forte calor que bateu recorde hoje na capital fluminense, atingindo 42,5°C, com sensação térmica de quase 60°C, segundo Inmet.

Continua após a publicidade

Primeiro, a artista parece que não está bem diante do ocorrido de ontem. De fato, a temperatura do Engenhão está muito alta, com muitos atendimentos médicos. Quem não chegou no Engenhão ainda, obviamente dê meia-volta, não saia de casa. Quem está no Engenhão saia com toda tranquilidade. A organização vai ver se o ingresso vai valer para segunda, mas, se não puder, a gente vai dar um jeito de recompensar as pessoas. Saia com muita calma e tranquilidade. Infelizmente, a gente vai adiar o show de hoje para segunda.
Eduardo Paes

Deixe seu comentário

Só para assinantes