Bolsas

Câmbio

Índice de Xangai fecha no menor nível desde dezembro de 2014

XANGAI/CINGAPURA/TÓQUIO, 15 Jan (Reuters) - As ações chinesas caíram mais de 3% nesta sexta-feira (15), encerrando outra semana tumultuada na qual o índice de Xangai não conseguiu ficar acima dos níveis atingidos durante a crise de agosto passado, enquanto as ações asiáticas caíram às suas mínimas em pelo menos três anos e meio com preocupações dos investidores com a economia global.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 3,2%, enquanto o índice de Xangai teve baixa de 3,5%, caindo abaixo do nível de suporte de agosto.

Na semana, o SSEC teve desvalorização de 9%, enquanto o CSI300, de 7,2%.

A confiança foi atingida por dados do crédito piores do que o esperado, e os investidores aproveitaram a recuperação de 2% da quinta-feira para reduzir a exposição a ações ainda mais.

No restante do continente, o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, chegou a subir brevemente mais cedo, mas às 7h41 (horário de Brasília) recuava 1,25%, indo a seu menor nível desde pelo menos junho de 2012, e a caminho de acumular perdas de 3,7% na semana.

O índice Nikkei do Japão também reverteu ganhos de mais cedo e fechou com queda de 0,54%, ampliando as perdas da semana para 3,1%.

  • Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 0,54%, a 17.147 pontos.
  • Em Hong Kong, o índice Hang Seng caiu 1,5%, a 19.520 pontos.
  • Em Xangai, o índice SSEC perdeu 3,51%, a 2.902 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, retrocedeu 3,19%, a 3.118 pontos.
  • Em Seul, o índice Kospi teve desvalorização de 1,11%, a 1.878 pontos.
  • Em Taiwan, o índice Taiex registrou alta de 0,25%, a 7.762 pontos.
  • Em Cingapura, o índice Straits Times desvalorizou-se 0,52%, a 2.630 pontos.
  • Em Sydney o índice S&P/ASX 200 recuou 0,34%, a 4.892 pontos.

(Reportagem por Nichola Saminather em Cingapura, Hideyuki Sano em Tóquio)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos