Bolsas

Câmbio

Ações chinesas recuam apesar de sinais de recuperação econômica

XANGAI/HONG KONG, 6 Abr (Reuters) - Os principais índices acionários da China caíram nesta quarta-feira (6), mas continuaram próximos de suas máximas desde o começo de janeiro, após a atividade do setor de serviços dar novos sinais de uma nascente recuperação econômica.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,21%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,08%.

A atividade do setor de serviços se fortaleceu no mês passado, de acordo com o Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) do Caixin/Markit, que subiu para 52,2 em março ante 51,2 em fevereiro. 

A expansão moderada do setor de serviços em março, que se seguiu ao aumento dos lucros industriais e do PMI no primeiro bimestre, leva a crer que a economia chinesa está melhorando na esteira das medidas de apoio de Pequim.

Porém, preocupações entre os investidores com a força da economia chinesa persistiam, levando grande parte dos outros mercados asiáticos também a cair.

  • Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 0,11%, a 15.715 pontos.
  • Em Hong Kong, o índice Hang Seng subiu 0,15%, a 20.206 pontos.
  • Em Xangai, o índice SSEC perdeu 0,08%, a 3.050 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, retrocedeu 0,21%, a 3.257 pontos.
  • Em Seul, o índice Kospi teve valorização de 0,44%, a 1.971 pontos.
  • Em Taiwan, o índice Taiex registrou baixa de 1,67%, a 8.513 pontos.
  • Em Cingapura, o índice Straits Times valorizou-se 0,37%, a 2.811 pontos.
  • Em Sydney, o índice S&P/ASX 200 avançou 0,44%, a 4.945 pontos.

(Reportagem por Samuel Shen, Pete Sweeney e Saikat Chatterjee)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos