Topo

Meirelles diz que Brasil voltará a crescer em 2017, mas evita dar números

01/07/2016 09h20

SÃO PAULO (Reuters) - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta sexta-feira (1º) que o Brasil certamente voltará a crescer em 2017 a não ser que haja uma reversão política, mas evitou citar números.

Em entrevista à rádio Estadão, Meirelles destacou que já há de concreto uma retomada da confiança e previu uma retomada gradual do crescimento. "Podemos dizer com certeza que haverá crescimento no ano que vem", disse ele.

O ministro não quis dar nenhuma projeção, afirmando que o ritmo de retomada da economia vai depender da aprovação no Congresso das medidas de austeridade.

Questionado sobre seu envolvimento com a JBS, que estaria envolvida, segundo a mídia, em nova etapa da operação Lava Jato nesta manhã, Meirelles afirmou que encerrou todas as suas ligações com o setor privado. Antes de assumir a pasta, ele vinha presidindo o Conselho de Administração da J&F Investimentos, holding que controla JBS, e participava do Conselho da Azul Linhas Aéreas.

A JBS negou que seja alvo da ação realizada pela PF nesta manhã.

(Por Camila Moreira)

Receba notícias do UOL Economia pelo WhatsApp

 

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? Primeiro, adicione este número à agenda do seu telefone: +55 (11) 96492-6379 (não esqueça do "+55"). Depois, envie uma mensagem para este número por WhatsApp, escrevendo só: grana10.

Meirelles afirma que recessão pode ser a pior da história

Band News

Mais Economia