Bolsas

Câmbio

China se recupera com alta em setor imobiliário, mas restante da região perde

XANGAI/TÓQUIO/SINGAPURA (Reuters) - As Bolsas chinesas se recuperaram um pouco nesta terça-feira (2), conforme ações do setor imobiliário saltaram com relatórios de preço encorajadores, enquanto as "small caps" se recuperaram com sinais de interesse estrangeiro.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, teve alta de 0,39%, enquanto o índice de Xangai ganhou 0,59%.

Porém, o restante da região recuou nesta terça-feira, na esteira da queda modesta em Wall Street, enquanto os preços do petróleo se estabilizavam após queda e o dólar subia.

A sessão em Hong Kong foi suspensa no dia, pois o Tufão Nida varreu a cidade, fechando a maior parte do centro financeiro.

O índice japonês Nikkei teve queda de 1,47%. O índice ganhou mais de 6% em julho, quando expectativas por estímulos fiscais e monetários impulsionaram-no a máximas de um mês e meio.

  • Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 1,47%, a 16.391 pontos.
  • Em Hong Kong, o índice Hang Seng não operou.
  • Em Xangai, o índice SSEC ganhou 0,59%, a 2.970 pontos.
  • O índice CSI300 .CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,39%, a 3.189 pontos.
  • Em Seul, o índice Kospi teve desvalorização de 0,52%, a 2.019 pontos.
  • Em Taiwan, o índice Taiex registrou baixa de 0,13%, a 9.068 pontos.
  • Em Cingapura, o índice Straits Times desvalorizou-se 1,24%, a 2.856 pontos.
  • Em Sydney, o índice S&P/ASX 200 recuou 0,84%, a 5.540 pontos.

(Por Lisa Twaronite, Samuel Shen, Pete Sweeney e Nichola Saminather)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos