Bolsas

Câmbio

Bandeira da Via Varejo, Barateiro inicia operação de venda de produtos usados de terceiros em site

Alberto Alerigi Jr.

SÃO PAULO (Reuters) - O Barateiro.com, bandeira da rede de móveis e eletroeletrônicos Via Varejo, iniciou uma operação de venda de produtos usados e de reembalados comercializados por terceiros em seu site, em uma estratégia de diversificação de receitas e que aproveita o projeto de integração dos centros de distribuição do grupo implementado no ano passado.

Até agora, o site do Barateiro, lançado em 2012, oferecia em sua maioria produtos próprios reembalados, quando a embalagem original foi danificada ou o produto apresenta pequenas avarias. Com a oferta do chamado marketplace, a empresa ofertará em suas páginas produtos vendidos por outras empresas, cobrando uma comissão pelas vendas.

"Hoje, a demanda por esse mercado é maior do que a oferta, principalmente a de marcas relevantes como a nossa", disse o diretor de marketplace, soluções e serviços da Via Varejo, Paulo Madureira, à agência de notícias Reuters. "É uma grande aposta nossa, temos um caminhão de oportunidades com isso", acrescentou o executivo, citando também venda de garantia estendida.

Como parte da estratégia, o Barateiro pretende elevar até o final do ano de dois para 25 o número de parceiros escolhidos para oferta de produtos no marketplace da empresa. Os dois primeiros são a Mais Barato Store e a Webfones, especializadas em telefonia.

Madureira afirmou que equipes da Via Varejo visitaram os parceiros para ter certeza sobre o processo de verificação de qualidade dos produtos colocados à venda no marketplace do Barateiro.

"Pretendemos aumentar as categorias do marketplace para outras como tablets e notebooks", disse o executivo. "O mercado de produtos usados ganhou muita força com a crise e ainda pretendemos surfar esta onda", afirmou, acrescentando que o investimento no projeto do marketplace do Barateiro "não foi relevante".

Segundo Madureira, além do projeto do marketplace, o Barateiro está ampliando a oferta de produtos próprios por meio da integração com os centros de distribuição da Via Varejo. O plano da companhia é elevar de dois para dez o número de centros de distribuição integrados ao Barateiro até o final deste ano. A Via Varejo tem mais de 20 centros no país. O mais recente a ser integrado foi o do Rio de Janeiro.

No primeiro trimestre, o Barateiro teve alta de 20% no sortimento de ofertas únicas no site, com a entrada de 20 mil novos produtos, e crescimento de vendas de 21% sobre o mesmo período do ano passado.

A bandeira conta atualmente com 90 mil itens em estoque e os departamentos mais comercializados do site nos três últimos meses foram Telefones e Celulares, Eletrodomésticos, Eletroeletrônicos (televisores) e Eletroportáteis.

A Via Varejo divulga seus resultados de primeiro trimestre na próxima quarta-feira (26). No quarto trimestre do ano passado, a empresa teve lucro líquido ajustado de R$ 13 milhões, após prejuízo de R$ 474 milhões um ano antes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos