Bolsas

Câmbio

Grupo pecuarista pedirá investigação da JBS na Argentina

BUENOS AIRES, 30 Mai (Reuters) - O líder de um dos maiores grupos de produtores agropecuaristas da Argentina contou à agência de notícias Reuters que pedirá ao Congresso argentino para investigar cinco aquisições feitas pela JBS em mais de uma década devido a suspeita de superfaturamento.

Dardo Chiesa, líder da Confederação Rural da Argentina (CRA), disse que estava programado para falar no Congresso na próxima semana e revelaria suas suspeitas de que a JBS pagava subornos para ser favorecida em cotas de exportação administradas pelo governo da ex-presidente Cristina Kirchner. Chiesa disse que não tinha provas do suborno.

"Nós vamos reunir informações primeiro, mas há informações que queremos investigar que eles não darão à CRA ou um comitê do Congresso assume ou vai para um promotor", disse.
A JBS comprou cinco frigoríficos na Argentina, várias das quais já fecharam.

"A ColCar que valia 3 milhões de dólares e eles pagaram 15 milhões. Na Venado Tuerto que valia 6 (milhões) e eles pagaram 27 (milhões de dólares)", disse Chiesa. Outras empresas que a JBS comprou na Argentina foram a Swift Rosario, e os frigoríficos Pontevedra e San Jose.

A Argentina, sob o governo de Maurício Macri, tenta recuperar seu status de exportador global de carne bovina que perdeu durante o governo de Cristina Kirchner.

(Por Maximiliano Rizzi e Caroline Stauffer)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos