Bolsas

Câmbio

China relaxa mais restrições a investimento estrangeiro

PEQUIM (Reuters) - A China reduziu em cerca de um terço nesta quarta-feira uma série de itens de restrição para o investimento estrangeiro, permitindo maior acesso a seus setores de serviços, indústria e mineração.

Em novas orientações divulgadas conjuntamente pela Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma e pelo Ministério do Comércio, o governo removeu 30 itens em comparação com a versão de 2015, deixando 63 na lista.

As restrições levantadas no setor de indústria incluem as relativas a equipamentos de transporte ferroviário, motos, óleos comestíveis e etanol, segundo o comunicado.

As novas orientações entram em vigor em 28 de julho.

Desde o final do ano passado o governo tem prometido adotar medidas para abrir mais a economia ao investimento estrangeiro.

As medidas são tomadas no momento em que o presidente Xi Jinping busca projetar a China como líder mundial no combate ao protecionismo e defesa da globalização.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos