Bolsas

Câmbio

Citi escolherá Frankfurt como base da União Europeia ainda nesta semana, dizem fontes

FRANKFURT/LONDRES (Reuters) - O Citigroup está pronto para se tornar o mais recente banco de Wall Street a escolher Frankfurt como base da União Europeia, em preparação para quando a Grã-Bretanha deixar a UE, disseram duas fontes à Reuters nesta segunda-feira.

O Citi havia dito anteriormente que iria escolher Frankfurt para se tornar seu centro de vendas e corretagem na UE e remover algumas centenas de empregos para fora de Londres após o Brexit. A decisão do Citi deve ser anunciada nesta semana.

O ministro das Finanças britânico, Philip Hammond, disse este mês que o país deve pressionar por um acordo de transição para ajudar as empresas, enquanto o governo realiza sua primeira reunião de alto nível com líderes corporativos para discutir o Brexit.

Bancos globais disseram que poderiam transferir milhares de empregos para fora da Grã-Bretanha em preparação para a saída do país da UE.

As empresas de serviços financeiros precisam de uma subsidiária regulamentada em um país da UE para oferecerem produtos em todo o bloco, o que pode induzir algumas a redirecionarem empregos para fora do Reino Unido se perderem acesso ao mercado único europeu.

A Associação de Bancos Estrangeiros na Alemanha espera de 3.000 a 5.000 novos empregos em Frankfurt nos próximos dois anos, como resultado da Brexit, disse o presidente da entidade Stefan Winter, do UBS, ao jornal alemão Welt am Sonntag em junho.

Deutsche Bank, BNP Paribas, Barclays e Bank of America estão entre os bancos que contemplam a mudança de algumas operações após o Brexit.

O Citi não comentou o assunto.

(Por Alexander Hübner e Anjuli Davies)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos