Bolsas

Câmbio

IPO de operações do Carrefour no Brasil pode ser precificado no piso da faixa indicativa, dizem fontes

Por Guillermo Parra-Bernal

SÃO PAULO (Reuters) - A oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) das operações do Grupo Carrefour no Brasil pode ser precificada no piso da faixa indicativa nesta terça-feira, refletindo preocupações sobre a avaliação da maior rede de supermercados do país, disseram três pessoas familiarizadas com o assunto.

Na noite de segunda-feira, a demanda dos investidores atingia menos de duas vezes o total de ações ofertadas no IPO, baseada no piso de 15 de reais por ação, contaram as fontes, que pediram anonimato para discutir a operação livremente.

O Carrefour e os acionistas esperam levantar até 5,6 bilhões de reais, se o IPO for precificado no teto da faixa indicativa, ou 19 reais por ação ordinária.

Procurado, o Carrefour não comentou.

Já a oferta inicial da Biotoscana, um grupo farmacêutico com sede na Colômbia, atraía uma demanda de três vezes o total de ações ofertadas, ao preço médio da faixa indicativa de 24,50 a 28,50 reais, acrescentaram duas das fontes.

(Reportagem adicional de Dominique Vidalon, em Paris)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos