Bradesco prevê queda da inadimplência, retomada do crédito no fim do ano

SÃO PAULO (Reuters) - O Bradesco deve ter queda nas provisões para perdas com calotes nos próximos trimestres e ao longo de 2018, diante da leitura de que os níveis de inadimplência são cadentes, disseram executivos do banco nesta quinta-feira.

"Os picos de inadimplência ficaram para trás", disse o presidente-executivo do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, em teleconferência com jornalistas sobre os resultados do segundo trimestre.

Mas o banco avaliou que uma volta da expansão da carteira de crédito só deve acontecer a partir do quarto trimestre.

O vice-presidente Alexandre Gluher afirmou também que o Bradesco deve ter uma atuação mais frequente na venda de carteiras de crédito vencidas e que o programa de demissão voluntária (PDV) anunciado neste mês deve ser concluído em agosto.

(Por Aluísio Alves)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos