Bolsas

Câmbio

STF suspende julgamento sobre se nova denúncia contra Temer deve ficar parada até final da análise da delação da J&F

BRASÍLIA (Reuters) - Sem sequer ter iniciado a colheita dos votos dos ministros, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, suspendeu no início da noite desta quarta-feira o julgamento sobre um pedido feito pela defesa do presidente Michel Temer para paralisar uma eventual nova denúncia do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra o peemedebista.

A sessão foi encerrada apenas com manifestações do relator do caso, Edson Fachin, que não apresentou seu voto na causa, intervenções feitas pelos advogados de Temer e do ex-assessor especial dele Rodrigo Rocha Loures e também intervenções preliminanares de ministros do STF.

Ao tomar a decisão de suspender o julgamento, Cármen Lúcia não anunciou se ele será retomado na quinta-feira, quando o tribunal já tem uma pauta acertada, ou somente na próxima quarta-feira, quando Janot já não estará à frente do Ministério Público Federal --na segunda-feira Raquel Dodge vai substituí-lo no cargo de procurador-geral da República.

(Reportagem de Ricardo Brito)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos