Topo

Boeing diz que está comprometida com Reino Unido e ouviu preocupações sobre empregos na Irlanda do Norte

27/09/2017 11h53

BELFAST (Reuters) - A norte-americana Boeing informou na quarta-feira que tinha ouvido as preocupações do Reino Unido sobre empregos na Irlanda do Norte depois que ganhou a primeira rodada de uma batalha comercial com a canadense Bombardier, a maior fabricante da região.

Um porta-voz disse que a gigante aeroespacial norte-americana continua comprometida com o Reino Unido depois que o secretário de Defesa britânico, Michael Fallon, alertou que a Boeing poderia perder os contratos de defesa do país por causa de sua disputa com sua rival canadense.

O Departamento de Comércio dos Estados Unidos aprovou na terça-feira multas preliminares contra os subsídios nos jatos CSeries da Bombardier, depois que a Boeing acusou o Canadá de subsidiar injustamente o modelo.

"Nós ouvimos e entendemos as preocupações do primeiro ministro e do governo sobre os trabalhadores da Bombardier na Irlanda do Norte. A Boeing está comprometida com o Reino Unido e valoriza a parceria, que se estende por quase 80 anos", disse o porta-voz da Boeing no Reino Unido por e-mail.

"Qualquer alegação de ameaça econômica à Bombardier é devido à fraqueza de seu produto no mercado", acrescentou.

(Por Tim Hepher)

Mais Economia