Bolsas

Câmbio

Preço da gasolina atinge nova máxima no Brasil após leve alta na semana

SÃO PAULO (Reuters) - O preço médio da gasolina no país ficou praticamente estável na semana, com uma pequena alta sendo suficiente para levar o valor do combustível a uma nova máxima nominal no Brasil, apontou levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis divulgado nesta sexta-feira.

O preço da gasolina atingiu uma média de 3,887 reais por litro, ante de 3,884 reais na semana passada, o recorde anterior, segundo pesquisa da ANP.

O ganho semanal de 0,08 por cento nas bombas ocorreu apesar de a Petrobras ter reduzido os valores na refinaria quase que todos os dias desta semana, tendo diminuído os valores em 2,3 por cento na última quarta-feira.

O combustível tem renovado máximas nominais (sem considerar a inflação) nas bombas em uma série histórica da ANP iniciada em 2013, em um ano em que o valor aos consumidores sofreu os efeitos de um aumento de tributos (PIS/Cofins), ao final de julho. Além disso, também impactou uma alta nos valores internacionais em função de problemas de oferta em setembro, com a paralisação de refinarias em função de tempestades nos EUA.

A inflação oficial do Brasil avançou mais do que o esperado em setembro, pressionada principalmente pelos preços dos combustíveis.

Já o petróleo Brent subiu cerca de 20 por cento no terceirotrimestre, a maior alta para o período em 13 anos. Segundo a pesquisa da ANP, a cotação do diesel nos postos brasileiros registrou alta de 0,62 por cento, para 3,221 reais por litro.

No caso do etanol hidratado, houve uma queda de 0,34 por cento, para 2,628 reais por litro.

(Por Roberto Samora)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos