PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Petrobras prevê limite de 100 vagas por ano em concursos públicos

Antonio Lacerda/Efe
Imagem: Antonio Lacerda/Efe

24/10/2017 18h27

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras vai retomar os concursos públicos para contratações, mas a abertura anual de vagas não passará de cem pessoas, disse nessa terça-feira (24) o diretor de Assuntos Corporativos da empresa, Hugo Repsold.

O executivo disse que "nunca mais" a empresa retomará o padrão do passado de concurso para milhares de pessoas, após a petroleira revisar seus planos para reduzir o elevado endividamento.

"A partir de agora vai ser sempre pequenino. Nunca mais vai ser para mil, 2.000 pessoas", disse ele a jornalistas na OTC Brasil. "A empresa vai crescer num regime normal", adicionou ele.

O executivo revelou que vai concluir em novembro um programa batizado de Plafor (Planejamento da Força de Trabalho), que vai ser a diretriz de futuras contratações e passará a ser integrado ao Plano de Negócios da estatal.

"A gente faz plano de negócios financeiro e agora vamos fazer um plano para gente, pessoas, recursos humanos. Vamos fazer tudo junto", frisou ele.

Repsold acrescentou que não estão previstos novos programas de incentivo ao desligamento voluntário. Ele revelou que nos dois planos --de 2014 e 2016-- cerca de 16 mil funcionários aderiram. A expectativa de era de uma adesão de até 18 mil pessoas.

Ele afirmou, ainda, que a empresa, em meio a um amplo plano de venda de negócios, criou um programa de mobilidade interna para que os funcionários possam se deslocar para outras áreas.

A Petrobras conta com cerca de 50 mil empregados atualmente (apenas a controladora) --contando toda a holding, esse número sobe para aproximadamente 70 mil pessoas.

A Petrobras chegou a ter mais de 130 mil empregados, segundo o executivo.

(Por Marta Nogueira e Rodrigo Viga Gaier)

Basta cavar para achar petróleo?

UOL Notícias
PUBLICIDADE