PUBLICIDADE
IPCA
+0,25 Jan.2021
Topo

Cade aprova sem restrições aumento de participação da Cargill em usina de cana

26/10/2017 10h05

SÃO PAULO (Reuters) - O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições a aquisição pela Cargill de uma participação adicional na Central Energética Vale do Sapucaí (Cevasa), que opera uma usina de açúcar e etanol no município de Patrocínio Paulista, em São Paulo, segundo despacho no Diário Oficial da União desta quinta-feira.

A empresa já possuía uma fatia de 62,88 por cento na Cevasa, onde dividia o controle com a Canagril. Pela transação agora aprovada, a Cargill passará a ser a única controladora da empresa.

"A operação é justificada, sobretudo, pelo intento da Cargill de restauração da saúde financeira da Cevasa", afirma o Cade em seu parecer.

Em maio, a Reuters reportou que a Cevasa havia suspendido pagamentos de juros e do principal de um empréstimo de 700 milhões de reais, em meio a um racha entre acionistas sobre uma injeção de capital.

Não foi possível falar imediatamente com um representante da Cargill sobre o assunto.

O órgão de defesa da concorrência destacou que nem a Cargill nem a Cevasa possuem participação nos mercados de produção e comercialização de açúcar e etanol a ponto de prejudicar concorrentes com o negócio.

"A operação não tem potencial para geração de efeitos concorrenciais adversos nos mercados por ela afetados", destacou o Cade, sem citar os valores envolvidos no negócio.

Acesse o parecer do Cade sobre a transação em: http://sei.cade.gov.br/sei/institucional/pesquisa/documento_consulta_externa.php?kbKuxLxWKGYCXXEMKijEd8uEFc_UbwPi0WoB4nxPBW9R6WwsxgNboHytaSnoKmhrEl0oqnoZ7s6xv3hzXJuufg

(Por Luciano Costa)