Bolsas

Câmbio

Índia eleva imposto de importação sobre óleos vegetais para maior nível em uma década

MUMBAI/NOVA DÉLHI (Reuters) - O governo da Índia elevou as taxas de importação sobre óleos vegetais ao maior nível em mais de uma década, num momento em que o maior importador mundial desses produtos tenta dar suporte a seus produtores locais.

O aumento do imposto elevará os preços das oleaginosas e sua disponibilidade para moagem no mercado doméstico, ajudando o país a diminuir as importações de óleo vegetal no ano comercial 2017/18, que começou em 1o de novembro.

A Índia dobrou a taxa de importação sobre o óleo de palma bruto para 30 por cento, enquanto o imposto sobre o óleo de palma refinado subiu para 40 por cento ante 25 por cento, disse o governo em comunicado na noite de sexta-feira.

A taxa de importação sobre o óleo de soja bruto aumentou de 17,5 por cento para 30 por cento, enquanto sobre o óleo de soja refinado foi para 35 por cento ante 20 por cento.

A Reuters noticiou com exclusividade uma proposta de aumento dos impostos pelo governo neste mês. Trituradores de oleaginosas têm sofrido para competir com os baixos preços de importados da Indonésia, Malásia, Brasil e Argentina, reduzindo a demanda por colza e soja locais mesmo após uma brusca queda nos preços das oleaginosas.

(Por Rajendra Jadhav e Mayank Bhardwaj)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos