Bolsas

Câmbio

Funcionários de principal unidade da Amazon na Itália farão greve na Black Friday

MILÃO (Reuters) - Funcionários do maior centro de distribuição da Amazon na Itália estão planejando realizar sua primeira greve na sexta-feira, disseram sindicatos, ameaçando interromper um dos dias de compras mais movimentados do ano.

Assim como o restante da Europa, os italianos adotaram nos últimos anos a tradição norte-americana da Black Friday, um dia de grandes descontos concedidos pelas varejistas um dia após o feriado do Dia de Ação de Graças.

Sindicatos disseram em comunicado que mais de 500 funcionários da Amazon na unidade de Piacenza, no norte da Itália, concordaram em entrar em greve após não terem conseguido negociar um pagamento de bônus com a companhia.

Os trabalhadores também decidiram que não farão horas extras até 31 de dezembro, o que corresponde à temporada de pico para a varejista online, que contrata funcionários temporários para a época.

A Amazon emprega cerca de 1.600 pessoas de forma permanente em Piacenza, a primeira unidade construída no país após o lançamento de seu site na Itália em 2010.

A companhia disse em comunicado que permanecerá focada em tentar garantir o prazo de entrega para seus clientes na Black Friday e nos próximos dias.

(Por Valentina Za)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos