Eventual redução dos compulsórios pode ajudar na queda dos juros em 2018, diz Bradesco

SÃO PAULO (Reuters) - Uma eventual redução pelo Banco Central dos níveis dos depósitos compulsórios dos bancos ajudaria o setor financeiro a emprestar mais e a um custo menor em 2018, disseram executivos do Bradesco nesta quinta-feira.

"Hoje já não faz sentido ter os níveis de compulsórios que temos", disse o presidente-executivo do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, durante encontro com jornalistas.

"Se vier a redução dos compulsórios, isso pode ajudar os bancos a ofertarem mais crédito e que os spreads dos empréstimos caiam", disse o vice-presidente de finanças do Bradesco, Alexandre Gluher.

(Por Aluísio Alves)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos