Bolsas

Câmbio

BC do Japão mantém política monetária e melhora avaliação sobre inflação

Por Leika Kihara e Stanley White

TÓQUIO (Reuters) - O banco central do Japão manteve a política monetária nesta terça-feira e fez um avaliação mais positiva sobre as expectativas de inflação do que há três meses, sinalizando sua convicção de que o fortalecimento da recuperação irá gradualmente elevar os preços para sua meta de 2 por cento.

Como esperado, o Banco do Japão manteve a promessa de guiar a taxa de juros de curto prazo em -0,1 por cento e os rendimentos dos títulos de 10 anos em torno de 0 por cento em sua reunião de política monetária encerrada nesta terça-feira.

Também deixou inalterada a promessa de comprar títulos governamentais para que sua carteira aumente a um ritmo anual de 80 trilhões de ienes (722 bilhões de dólares).

Em uma revisão trimestral de suas projeções, o banco central manteve a estimativa de crescimento econômico de 1,4 por cento para o ano que começa em abril e de 0,7 por cento para o ano seguinte.

O conselho formado por nove membros também manteve a projeção de que a inflação atingirá 2 por cento em torno do ano fiscal que termina em março de 2020.

"As expectativas de inflação passaram a ficar de lado recentemente", disse o Banco do Japão no relatório, oferecendo uma visão mais otimista do que há três meses, quando disse que elas estavam em um tom fraco.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos