ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Ford lança utilitário compacto baseado no Ka em acirramento de competição no Brasil

31/01/2018 15h09

SÃO PAULO (Reuters) - A Ford exibiu nesta quarta-feira no Brasil e na Índia um utilitário compacto baseado no modelo Ka, um dos principais lançamentos deste ano da marca norte-americana, que tem pretensão de levar o veículo a mais países nos próximos meses, enquanto enfrenta um cenário de competição crescente no mercado brasileiro.

A montadora norte-americana, que terminou 2017 na quarta posição de vendas de carros e comerciais leves no Brasil, afirmou que o modelo, Ka Freestyle, será vendido em cerca de 120 países e que no Brasil começará a ser comercializado no segundo semestre.

A companhia, que em 2016 estava na sexta posição do ranking brasileiro, deu poucos detalhes sobre o carro, além de dizer que tem rodas de 15 polegadas e suspensão elevada, o que o coloca em posição para disputar mercado com modelos compactos "aventureiros" de uma série de marcas do país, incluindo os da líder de vendas General Motors.

"Com a retomada da indústria (brasileira de veículos) temos um acirramento da competição. Ninguém quer perder mercado e este segmento de utilitários está crescendo. Não queremos perder espaço", disse o vice-presidente de assuntos governamentais e de estratégia para América do Sul da Ford, Rogelio Golfarb, a jornalistas.

Segundo ele, entre 2012 e 2017, período em que o mercado brasileiro saiu de um pico de quase 4 milhões de veículos novos vendidos por ano para cerca de 2 milhões de unidades, a participação dos modelos compactos no total das vendas do país caiu de 61 para 56 por cento enquanto a fatia dos utilitários subiu de 8 para 19 por cento.

O Ka foi o terceiro automóvel mais vendido do Brasil em 2017, atrás do Onix, da General Motors e que já tem uma versão aventureira, e do HB20, da sul-coreana Hyundai, que também tem versão "fora de estrada".

Golfarb não revelou o valor investido pela Ford no modelo, mas executivos da montadora mencionaram necessidades de ajustes na fábrica da companhia em Camaçari (BA), que atualmente opera em regime de três turnos para atender a crescente demanda.

Segundo o executivo, no acumulado dos 29 primeiros dias de janeiro, as vendas de veículos novos no Brasil subiram quase 23 por cento sobre o mesmo período de 2017.

"O que a gente sente é que esse crescimento está sendo motivado por uma confiança maior das pessoas que já tinham recursos disponíveis para comprar um carro, mas estavam inseguras em fazer o investimento diante das incertezas da economia", disse Golfarb. "Isso porque o crédito dos bancos para financiamento de veículos está se recuperando mas de maneira muito lenta e gradual", acrescentou.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia