Bolsas

Câmbio

Petrobras

Governo pode arrecadar até R$ 100 bi com excedente da Cessão Onerosa, diz secretário

Por Leonardo Goy

BRASÍLIA (Reuters) - O governo poderá arrecadar entre R$ 80 bilhões e R$ 100 bilhões com um possível leilão para a exploração de volumes de petróleo e gás excedentes ao contrato de Cessão Onerosa, assinado com a Petrobras em 2010, afirmou nesta quarta-feira (31) o secretário de petróleo e gás Natural do Ministério de Minas e Energia, Márcio Félix.

O contrato da cessão de direitos, conhecido no setor como Cessão Onerosa, garantiu à Petrobras a produção, em uma determinada área, de até 5 bilhões de barris de óleo equivalente (boe). No entanto, dados do governo indicam que há volumes muito maiores na região, cujos direitos de exploração poderão ser leiloados.

"Uma estimativa que a gente pode trabalhar é de que o bônus da outorga pode ser entre R$ 80 bilhões e R$ 100 bilhões", disse Félix, afirmando que a estimativa mínima da ANP (Agência Nacional do Petróleo) é de que o excedente da Cessão Onerosa tenha cerca de 6 bilhões de boe.

O governo quer aprovar em março o leilão do excedente no CNPE (Conselho Nacional de Política Energética), para realizar a licitação até junho.

Félix disse que não descartou realizar o leilão do excedente em lotes, mas avaliou como "mais difícil" fazer a licitação assim.

Negociações com o governo

Pelo contrato da Cessão Onerosa, a companhia estatal pagou à União R$ 74,8 bilhões. Mas uma renegociação do valor, considerando variáveis como preço do barril e câmbio, estava prevista desde o início, depois que as áreas fossem declaradas comerciais, o que já aconteceu.

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, afirmou a jornalistas, na mesma cerimônia, que uma primeira reunião oficial entre representantes do governo e da empresa sobre a renegociação deverá ocorrer no início de fevereiro.

Parente já afirmou diversas vezes acreditar que a Petrobras será credora do governo ao fim das negociações, enquanto o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, afirmou recentemente acreditar no contrário --segundo ele, a União espera receber "bilhões de dólares" da petroleira.

Segundo Félix, o governo precisa de um pré-entendimento com a estatal para definir o leilão, mas não seria necessário fechar valores da renegociação antes disso.

Basta cavar para achar petróleo?

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos