Bolsas

Câmbio

Presidente do BNDES diz que fica no cargo até final de semana

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro, afirmou nesta terça-feira que ficará no cargo até o fim de semana, em meio à proximidade do fim do prazo para que aqueles que ocupam cargos no Executivo deixem suas posições para se candidatarem-se para as eleições de outubro.

Questionado por jornalistas, durante evento do Tribunal de Contas da União (TCU) para debater a desestatização da Eletrobras, até quando ficará no BNDES, Rabello de Castro respondeu: "No máximo até o fim de semana... (domingo) dia da ressurreição."

O prazo para a chamada desincompatibilização termina em 7 de abril.

O presidente do BNDES, filiado ao PSC, já havia anunciado na sexta-feira passada que deixaria o banco para lançar-se à Presidência da República.

Rabello de Castro preside o BNDES desde maio de 2017 e se filiou ao PSC no ano passado com o objetivo de concorrer à Presidência.

(Por Mateus Maia)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos