Bolsas

Câmbio

Powell diz que mercado de trabalho não está muito apertado e repete argumentos para alta gradual de juros pelo Fed

Por Lindsay Dunsmuir

(Reuters) - O mercado de trabalho dos Estados Unidos não parece demasiadamente apertado e o Federal Reserve deve continuar com o ritmo gradual de alta de juros em meio a uma economia forte para equilibrar suas metas de emprego e inflação, disse o chair do banco central dos Estados Unidos, Jerome Powell.

Powell também alertou os bancos centrais contra a tentativa de administrar um mercado de trabalho excessivamente aquecido por muito tempo no caso de isso prejudicar sua credibilidade na inflação baixa e estável.

"Com a economia forte e os riscos para as perspectivas equilibradas, as justificativas para aumentos graduais contínuos...permanecem fortes", disse Powell em declarações preparadas antes de uma conferência de bancos centrais em Sintra, Portugal.

Ele acrescentou que o desemprego deve cair ainda mais mas que, com o crescimento dos salários atualmente moderado, "o mercado de trabalho não está excessivamente apertado".

O banco central norte-americano elevou sua taxa básica de juros pela segunda vez este ano em sua reunião de política na semana passada. A taxa de juros está agora na faixa entre 1,75 e 2 por cento.

O Fed também elevou sua previsão para mais dois aumentos de juros este ano, um a mais que o projetado em março. O Fed aumento os juros sete vezes desde que iniciou o ciclo de aperto no final de 2015.

Powell e a maioria das outras autoridades prometeram continuar com o ritmo gradual, porém constante, de elevação dos juros como a melhor maneira de manter a expansão econômica que está entrando no seu 10º ano.

A taxa de desemprego nos EUA está na mínima de 18 anos, enquanto a inflação está praticamente na meta de 2 por cento do Fed após seis anos abaixo dela.

Em seu discurso, Powell também destacou as incertezas que os autoridades enfrentam quando se deparam com quanto espaço de manobra eles têm antes que os aumentos dos juros comecem a conter a atividade econômica.

(Por Lindsay Dunsmuir)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos