ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Executivo da BMW diz que montadora pode fechar fábricas no Reino Unido se Brexit impactar rede de fornecimento

25/06/2018 15h58

Por David Milliken e Edward Taylor

LONDRE/FRANKFURT (Reuters) - A BMW pode ter que fechar suas fábricas de Mini e Rolls-Royce no Reino Unido se o Brexit afetar seriamente sua cadeia de suprimentos, disse um executivo da montadora alemã ao Financial Times.

A advertência se segue às preocupações expressas na semana passada pelo chefe de operações da Siemens no Reino Unido, que disse à Reuters que o país deveria permanecer na União Europeia, contrariando a política do governo britânico.

Cerca de 60 por cento dos 378 mil Minis fabricados pela BMW no ano passado foram montados na linha de produção em Oxford. Suas fábricas em Swindon, Hams Hall e Oxford atualmente empregam cerca de 6.300 trabalhadores para fabricar motores BMW e veículos Mini.

Gerente da BMW, Stephan Freismuth acrescentou que a montadora quer manter suas fábricas britânicas abertas e trabalha em planos de contingência, mas que qualquer interrupção nas importações de peças aumentaria os custos e prejudicaria seu modelo de fabricação.

Cerca de 90 por cento das peças usadas nas fábricas britânicas da BMW vêm da Europa continental.

Uma porta-voz da BMW disse: "Continuamos comprometidos com nossas operações de fabricação no Reino Unido e continuamos a operar como de costume, enquanto trabalhamos com uma série de possíveis resultados do Brexit e seu impacto potencial em nossos negócios."

A BMW alertou, no entanto, que a falta de clareza em torno dos futuros acordos aduaneiros continua sendo motivo de preocupação.

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia