ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Senado dos EUA aprova medida sobre tarifas, pequena afronta a Trump

Patricia Zengerle

De Washington

11/07/2018 16h48

O Senado dos Estados Unidos fez um pequeno esforço para rebater as políticas comerciais do presidente Donald Trump nesta quarta-feira (11), apoiando uma moção não vinculante para dar ao Congresso um papel nas decisões de imposição de tarifas por motivos de segurança nacional.

A votação foi 88 a 11 a favor da medida, que é parte de um esforço liderado por alguns dos companheiros republicanos de Trump, que apoiam a resistência do livre comércio à crescente escalada da tentativa do presidente de lidar com o que ele chama de comércio estrangeiro injusto.

Eles receiam que as disputas comerciais com a China, e também com aliados como nações da Europa ocidental e o Canadá, poderiam prejudicar a economia norte-americana, atingindo os empregadores e aumentando os preços para os consumidores.

A votação aconteceu com a China acusando os Estados Unidos de opressão e alertando que responderia, depois que a administração Trump elevou os riscos na disputa comercial ao ameaçar tarifas de 10% sobre US$ 200 bilhões em produtos chineses.

Entretanto, os líderes republicanos no Senado não permitiram uma votação vinculativa sobre a legislação apresentada em junho que estipula a aprovação do Congresso sobre qualquer tarifa imposta por questões de segurança nacional.

Os republicanos, que têm a maioria tanto no Senado quanto na Câmara dos Deputados, apoiaram quase todas as iniciativas de Trump desde que ele se tornou presidente em janeiro de 2017.

Como é difícil encontrar um produto "Made In Brazil" no comércio local

UOL Notícias

Mais Economia