PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Confiança do comércio no Brasil recua em julho para menor valor em 11 meses, diz FGV

25/07/2018 12h08

SÃO PAULO (Reuters) - A confiança do comércio no Brasil recuou em julho pela quarta vez consecutiva, indicando perda de fôlego na retomada da economia, informou a Fundação Getulio Vargas nesta quarta-feira.

O Índice de Confiança do Comércio (Icom) registrou queda de 0,8 ponto no mês e foi a 88,8 pontos, menor patamar desde agosto de 2017.

"O resultado negativo de julho sugere que o setor continua perdendo o fôlego da recuperação que vinha ocorrendo até o início do ano. A avaliação desfavorável sobre a demanda e a vagarosa retomada do mercado de trabalho contribuíram para a piora da percepção sobre a situação atual", explicou em nota o coordenador da FGV/IBRE, Rodolpho Tobler.

Segundo ele, os resultados indicam que os empresários tendem a permanecer cautelosos nos próximos meses, "sob influência dos níveis elevados de incerteza política e econômica".

Segundo a FGV, o Índice da Situação Atual (ISA-COM) caiu 0,7 pontos, para 86,5 pontos, o menor nível desde dezembro de 2017, enquanto que o Índice de Expectativas (IE-COM) recuou 0,6 pontos, para 91,8 pontos, registrando o menor patamar desde agosto de 2017.

A confiança dos agentes econômicos vem recuando de forma generalizada no país, sobretudo após a greve dos caminhoneiros no final de maio, que abalou fortemente a economia e tem levado a sucessivas pioras nas projeções de crescimento para este ano.

Pesquisa Focus do Banco Central, que ouve uma centena de economistas todas as semanas, mostra que a estimativa de expansão do Produto Interno Bruto (PIB) do país neste ano estava em 1,50 por cento, depois de ter chegado a 3 por cento alguns meses antes.

(Por Stéfani Inouye)