PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Cotações

Inflação na zona do euro desacelera em agosto e sustenta visão do BCE

31/08/2018 07h02

Por Philip Blenkinsop e Balazs Koranyi

BRUXELAS/FRANKFURT (Reuters) - A inflação na zona do euro desacelerou em agosto, sustentando a avaliação do Banco Central Europeu (BCE) de que a alta recente pode ser apenas temporária já que as pressões de preços permanecem fracas apesar de anos de estímulo monetário.

A inflação nos 19 países que usam o euro desacelerou a 2,0 por cento de 2,1 por cento em julho, informou a Eurostat nesta sexta-feira, abaixo da expectativa de que repetisse a taxa do mês passado devido ao alívio no aumento dos preços de energia e alimentos.

O BCE tem como meta inflação de cerca de 2 por cento na base anual, mas ela tem ficado abaixo desse patamar há meia década, mesmo depois de o BCE ter reduzido a taxa de juros para território negativo, fornecido dinheiro barato aos bancos e comprado trilhões de euros em dívida para estimular o crescimento.

Ainda assim, as pressões de preços aumentaram o suficiente para que o banco reduza algumas de suas medidas, e ele planeja encerrar as compras de títulos este ano, mesmo que os juros devam permanecer inalterados ao menos por mais um ano.

(Reportagem de Philip Blenkinsop, Foo Yun Chee e Alissa de Carbonnel)

Cotações