ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Cotações

Irã vê mercado de petróleo apertado para meta dos EUA de zerar suas exportações

14/09/2018 11h13

Por Alex Lawler

LONDRES (Reuters) - Os Estados Unidos enfrentarão dificuldade para cortar completamente as exportações de petróleo do Irã, uma vez que o mercado já está apertado e produtores rivais podem não conseguir compensar a queda na oferta, disse uma autoridade iraniana nesta sexta-feira.

O governo dos EUA está pretendendo reduzir as exportações de petróleo do Irã a zero em novembro, conforme reimpõe sanções ao país, e está encorajando outros produtores como a Arábia Saudita, membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e a Rússia a extrair mais para atender à demanda.

Mesmo assim, as esperadas perdas de oferta do Irã, a produção em declínio na Venezuela e outros problemas de produção estão impulsionando os preços do petróleo, que nesta semana tocaram 80 dólares, o maior nível desde maio.

O governador do Irã na Opep, Hossein Kazempour Ardebilil, disse em comentários à Reuters que uma "falta de oferta" significa que os EUA não conseguiriam chegar à meta de zerar as exportações.

"Não há capacidade ociosa em nenhum lugar", afirmou ele.

Sob pressão do presidente dos EUA, Donald Trump, para baixar os preços do petróleo, a Opep e aliados aceitaram em junho aumentar a produção, mantendo um pacto em vigor desde 2017.

Mas embora a produção da Opep tenha aumentado desde então, a Arábia Saudita ampliou sua oferta abaixo do inicialmente indicado. Kazempour expressou ceticismo quanto à possibilidade de outros produtores aumentarem a oferta.