ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

S&P recua 3% com maior retorno dos Treasuries; investidores evitam risco

Sinéad Carew

De Nova York

10/10/2018 19h10

Os índices acionários dos Estados Unidos despencaram nesta quarta-feira, com o S&P 500 e o Dow marcando seus maiores declínios desde 8 de fevereiro, com ações de tecnologia no centro do tombo, à medida que crescentes retornos dos Treasuries levaram investidores a deixar de lado ativos de risco.

O índice Dow Jones caiu 3,15 por cento, a 25.599 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 3,286418 por cento, a 2.786 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuou 4,08 por cento, a 7.422 pontos.

Os rendimentos dos Treasuries de longo prazo dos EUA subiram novamente, estendendo uma tendência das últimas semanas, que é alimentada por dados econômicos dos EUA que reforçam expectativas de múltiplas altas de juros ao longo dos próximos 12 meses.

Investidores também se preocuparam com o impacto de tensões comerciais sobre lucro corporativo e a chegada do furacão Michael à Flórida se somou às incertezas.

O Nasdaq registrou sua maior queda diária desde 24 de junho de 2016, abalado por ações de tecnologia que tiveram seu maior recuo diário desde agosto de 2011. O S&P 500 encerrou o dia em queda de 3,3 por cento, representando um declínio percentual de 4,95 por cento desde seu fechamento recorde em 20 de setembro.

"É um pouco de banho de sangue, clara ação para fugir do risco, com poucos lugares para se esconder. O ouro subiu um pouco. O Vix está substancialmente mais alto", disse Ed Campbell, gerente-sênior de portfólios da QMA.

"É primariamente o efeito cumulativo de movimentações da taxa de juros ao longo dos últimos cinco dias e notícias sobre comércio impactando companhias", disse ele. "Nós vimos ações se segurando bem, à medida que taxa de juros estavam mexendo e agora elas estão começando a quebrar. Mercados estão começando a contemplar que isso pode ser um Fed que é excessivamente zeloso em termos de altas de juros".

Mais Economia