Topo

Lideranças da indústria de mineração estão em processo de mudança

2018-11-30T16:58:40

30/11/2018 16h58

Por Ernest Scheyder

(Reuters) - Titãs da indústria de mineração que lideraram o desafiador setor por décadas estão prestes a se aposentar nos próximos anos, uma mudança de geração que incitou a procura por novos talentos, com habilidades muito diferentes em relação aos atuais executivos.

Ivan Glasenberg, chefe-executivo da gigante de mineração Glencore desde 2002, disse no mês passado que iria se aposentar nos próximos três a cinco anos, gerando especulações sobre qual dos seus pares da indústria seria o próximo a sair.

Espera-se que Glasenberg seja susbtituido com uma contratação interna, de acordo com fontes próximas a questão.

Pelo menos mais uma mineradora global abordou executivos de empresas rivais sobre o interesse que eles teriam em mudar, de acordo com duas fontes.

Os presidentes-executivos da Freeport McMoRan, da Teck Resources, da Agnico Eagle Mines e da Southern Copper têm ocupado os seus cargos por mais de 10 anos, superando a média do setor de sete.

O presidente-executivo da BHP Group, Andrew Mackenzie, e o da Anglo American, Mark Cutifani, estão em seus cargos há cinco anos.

Enquanto a nova safra de líderes ainda precisa de conhecimento prático de como se administrar uma mina e sucesso, profunda experiência como digitalização, ciber-segurança e diplomacia, entre outras habilidades, são cada vez mais importantes.

(Por Ernest Scheyder; Reportagem adicional por Susan Taylor, John Tilak, Melanie Burton e Port Hedland)

Mais Economia