PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Assessor da Casa Branca nega cancelamento de reuniões comerciais com a China 

22/01/2019 20h19

WASHINGTON (Reuters) - Um dos principais assessores econômicos da presidência dos Estados Unidos refutou nesta terça-feira notícia de cancelamento de um encontro comercial preliminar entre autoridades chinesas e norte-americanas, afirmando que a história é falsa.

"Com todo o respeito, a história não é verdadeira", disse o assessor econômico da Casa Branca Larry Kudlow ao canal CNBC.

Fontes citadas pelo jornal Financial Times disseram que o governo Trump havia rejeitado uma oferta da China para negociações comerciais preparatórias nesta semana, antes das conversas de alto nível marcadas para começar na próxima semana.

O Financial Times também se referiu à reunião como tendo sido cancelada. Em separado, a CNBC também noticiou o cancelamento da reunião.

Pela oferta chinesa, o vice-ministro do Comércio chinês, Wang Shouwen, e o vice ministro das Finanças, Liao Min, ficariam a cargo de preparar previamente as negociações entre o vice-premiê Liu He e autoridades de alto escalão dos EUA, marcadas para 30 e 31 de janeiro.

As bolsas dos EUA ampliaram perdas e o dólar perdeu força contra o iene japonês após a reportagem do FT, devido às preocupações com a continuidade da guerra comercial entre as duas maiores economias do mundo e os possíveis prejuízos para a economia global.

(Reportagem de Timothy Ahmann e Makini Brice)