PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Barril nos EUA sobe 1% com crise na Venezuela

Stephanie Kelly

24/01/2019 18h52

NOVA YORK, 24 Jan (Reuters) - Os preços do petróleo norte-americano subiram cerca de 1 por cento nesta quinta-feira, impulsionados pela ameaça dos EUA de sanções à Venezuela, mas os ganhos foram limitados pelos estoques recordes de gasolina e uma inesperada alta nos estoques de petróleo nos EUA.

O petróleo dos Estados Unidos subiu 0,51 dólar, ou 0,97 por cento, para 53,13 dólares por barril.

O petróleo Brent caiu 0,05 dólar, ou 0,08 por cento, para 61,09 dólares por barril.

Washington sinalizou que poderia impor sanções às exportações de petróleo da Venezuela, à medida que Caracas se envolve ainda mais em turbulências políticas e econômicas. A ameaça de reduzir a oferta apoiou os preços futuros.

Os EUA, país que é o maior importador do petróleo venezuelano, buscam assegurar que a receita de petróleo do membro da Opep seja destinada ao líder da oposição Juan Guaidó, que se declarou presidente interino, cortando recursos do presidente Nicolas Maduro, disse um alto funcionário dos EUA nesta quinta-feira.

"O mercado está realmente preocupado com os fatores geopolíticos e com o que acontecerá se houver sanções à Venezuela", disse Phil Flynn, analista do Price Futures Group em Chicago.

Com o Irã já prejudicado pelas sanções dos EUA, uma queda nas exportações venezuelanas poderia pressionar ainda mais a oferta global.