IPCA
0.43 Fev.2019
Topo

IEA vê mercado de petróleo entrando em déficit no 2º tri

2019-03-15T09:07:34

15/03/2019 09h07

Por Dmitry Zhdannikov

LONDRES (Reuters) - O mercado de petróleo apresentará um déficit modesto a partir do segundo trimestre deste ano, com a Opep detendo uma espécie de "colchão" de oferta ociosa para evitar qualquer aumento nos preços em caso de possíveis interrupções no fornecimento, disse a Agência Internacional de Energia (IEA) nesta sexta-feira.

A IEA, que coordena as políticas de energia das nações industrializadas, manteve sua previsão de crescimento na demanda global de petróleo este ano inalterada em 1,4 por cento, ou 1,4 milhão de barris por dia (bpd).

O sólido crescimento na produção de petróleo de países não ligados à Opep, liderado pelos Estados Unidos, deve garantir que a demanda seja atendida, disse a IEA.

A IEA, com sede em Paris, disse que o mercado pode apresentar um superávit modesto no primeiro trimestre de 2019, antes de atingir um déficit no segundo trimestre de cerca de 0,5 milhão de bpd.

"Ao mesmo tempo, os cortes de produção (da Opep) aumentaram o colchão de capacidade ociosa. Isso é especialmente importante agora, já que o sentimento econômico está se tornando mais pessimista e a economia global pode estar entrando em um período vulnerável", acrescentou a IEA.

A agência disse estar particularmente preocupada com um possível declínio na produção na Venezuela, onde a produção se estabilizou em 1,2 milhão de bpd nos últimos meses.

Mais Economia