PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Cotações

S&P 500 fecha em queda sob pressão de Apple e temores sobre crescimento econômico

25/03/2019 17h17

NOVA YORK (Reuters) - O índice S&P 500 fechou a sessão desta segunda-feira em leve queda, já que as preocupações com a desaceleração do crescimento econômico global persistiram e as ações da Apple caíram, depois que a empresa lançou um serviço de streaming de vídeo.

O S&P 500 perdeu 0,08 por cento, a 2.798,36 pontos. O ​​Nasdaq caiu 0,07 por cento, para 7.637,54 pontos. E o Dow Jones subiu 0,06 por cento, para 25.516,83 pontos.

O Dow terminou em alta amparado pelo ganho de 2,3 por cento nas ações da Boeing. A fabricante de aviões afirmou que pilotos e reguladores terão atualizações de software e treinamento para sua aeronave 737 MAX, com a Ethiopian Airlines e a Qatar Airways mostrando confiança na empresa, após um acidente fatal recente.

Já os papéis da Apple caíram 1,2 por cento e pressionaram os índices. A fabricante do iPhone revelou o tão aguardado serviço de streaming de conteúdo original Apple TV+ e o serviço de assinatura de canais de TV da Apple, ingressando num mercado já repleto de opções de streaming.

Os índices alternaram alta e baixa ao longo da sessão, com investidores atentos ao mercado de Treasuries.

Os rendimentos dos Treasuries de 10 caíram aos níveis mais baixos desde dezembro de 2017, enquanto a curva de juros entre os vencimentos de três meses e de 10 anos intensificou a inversão (spread mais negativo), com os investidores ainda avaliando o Fed "dovish" da semana passada.

O Fed (banco central norte-americano) indicou desaceleração na economia e decidiu não elevar as taxas de juros neste ano.

Se persistente, a inversão da curva de juros é vista por alguns como um indicador de que uma recessão é provável num período entre um e dois anos.

(Por Caroline Valetkevitch)

Cotações